DEMI LOVATO


Introdução

Existe uma princesa Disney das Arábias, que voa com um tapete. Existe uma princesa índia, que vive numa tribo nativa americana. Até há uma princesa Disney que é metade peixe e que tem o seu reino de sereia submerso. E depois há uma princesa Disney, ainda que oficiosa, que tem mais de 24 tatuagens, que luta com a dependência do álcool e que preferiu entregar a coroa e conquistar o seu próprio reinado pop – essa é Demi Lovato.


História

A história começou com um dinossauro... Não passou muito tempo deste que Demi Lovato nasceu, em Agosto de 1992, até começar a ter uma carreira artística – o que faz sentido, tendo em conta que o salto para a fama já referido com “Camp Rock” aconteceu quando a atriz-cantora tinha apenas 15 anos. Ainda em Albuquerque, New Mexico, e sendo filha de uma cheerleader dos Dallas Cowboys e de um músico, começou a participar em concursos de beleza, e foi aí que percebeu pela primeira vez que gostava de cantar.

O pai andava distante, e acabou por ser, como Demi Lovato assumiu mais tarde, uma fonte constante de sofrimento. Afinal, ele também levou uma vida de dependência e de confronto com doenças psicossomáticas, acabando por morrer cedo. O divórcio tinha acontecido quando Lovato ainda tinha dois anos, e por isso cresceu no gineceu familiar composto por sua mãe e irmã. E, mais tarde, pelo padrasto, que hoje reconhece como pai, e pela meia-irmã, que é a actriz Madison de La Garza (mais conhecida por fazer de filha de Eva Longoria em Donas de Casa Desesperadas).

Juntas as mulheres apoiaram se, mesmo quando Demi começou a ser vítima de bullying e decidiu completar os estudos em casa. A mãe percebeu o quanto ela queria ser cantora quando a viu, muito pequena, ainda na escola, a cantar num palco uma música de Celine Dion sem qualquer medo. E depois de muitas audições e muitas recusas, e ainda muito antes de entrar pelas portas da Disney e de começar a estudar música e a apostar em aulas de voz, arranjou o primeiro emprego antes dos dez, e passou a ser Angela, uma das meninas de “Barney & Friends”, um dinossauro muito popular entre as séries infantis. O resto, como agora se sabe, veio por arrasto, mas não foi tão simples como parece.

Reabilitação: a tempestade antes da calma:

Há um documentário de 2017, feito pelo You Tube, sobre a vida de Demi Lovato, que se chama “Simply Complicated”. A longa entrevista acompanha vários testemunhos recolhidos e os diferentes momentos da sua carreira, assista:

A outra entrevista a que se refere é a do documentário da MTV, também sobre a sua vida, chamado “Stay Strong”. Tinha sido feito uns anos antes, quando já tinha passado por uma clínica de reabilitação, e por essa altura toda a gente achava que já estava recuperada. Não estava. E agora sim, tinha chegado à fase em que já tinha deixado de ter medo de falar abertamente sobre estas questões, uma atitude que assume até hoje, para ajudar a quebrar tabus, e que lhe tem valido o reconhecimento da crítica e do público. Mas como é que a menina de “Barney & Friends”, a suposta princesa adolescente que fez com a Disney, além do franchising “Camp Rock”, uma série juvenil de sucesso chamada “Sonny with a Chance” e várias tournées musicais, e já com dois discos gravados, acabou internada numa clínica de reabilitação aos 18 depois de ter dado um murro a uma das dançarinas da sua equipa? E não apenas por um motivo: álcool, cocaína, bulimia, auto-mutilação e doença bipolar fazem parte da lista do diagnóstico. Talvez por isso mesmo – por tudo ter acontecido demasiado cedo, demasiado rápido, e com demasiado impacto. Perdeu-se uma princesa adolescente pelo caminho, mas ganhou-se uma mulher mais consciente de si e menos preocupada com a obrigação de agradar toda a gente e conseguir sempre o melhor lugar nos tops. Assim como, logo depois, Lovato avança para parcerias mais ritmadas, como a música “Échame la culpa”, com Luis Fonsi, e continua a fazer experiências musicais. Continua a debater-se com os seus fantasmas, claro, mas já não tem medo de os assumir. Mas é também por isso que os “Lovatics” (o nome adoptado pelos seus fãs) gostam cada vez mais dela.

Quando se pensa que daí até agora, quando há apenas dois dias lançou o single “Sober” sobre uma suposta recaída pouco tempo depois de ter celebrado seis anos de sobriedade, percebe-se que Demi Lovato é muito mais complexa do que qualquer princesa Disney. E se na canção nova pede desculpa a toda a gente, desde a mãe até aos fãs ,que perdeu, passando pelos outros que continuam a apoiá-la.


Curiosidades

  1. Demi Lovato tinha problemas de peso e era vítima de bullying durante o período escolar. Atualmente ela se apresenta como umas das principais porta-vozes de crianças e jovens que sofrem abusos e intimidações.

  2. Nervosa e ansiosa desde criança, Demi tem até hoje o hábito de roer as unhas. Por isso é comum vê-la de unhas postiças em shows e eventos públicos.

  3. O nome de batismo da famosa é Demetria Devonne Lovato. Apesar de levar o pomposo significado de "Deusa da Fertilidade", a cantora optou por encurtar seu nome para ser mais leve e popular.

  4. A cantora tem Selena Gomez como uma de suas melhores amigas. Elas se conheceram na infância, em programas da Disney, e sempre mantiveram contato. Demi ainda tem boa relação de amizade com os meninos da banda Jonas Brothers.

  5. Demi Lovato já fez sua lista de cantoras favoritas. Ela admitiu que é fã da voz de Christina Aguilera, do visual de Hilary Duff e do estilo de Kelly Clarkson.

  6. O primeiro beijo da Demi rolou com 12 anos com um amigo da escola! Os dois se encontraram na casa da estrela teen para estudar e quando estavam se despedindo, ele deu um beijo na boca da gata. Owhn!

  7. A gata é super engajada socialmente! A cantora já doou 1 milhão de dólares para ajudar as vítimas do terremoto no Japão, em 2011. Ela também passou seu aniversário de 21 anos no Quênia, ajudando a construir uma escola. Demi era voluntária do movimento "Free The Children". Que fofa!

  8. Antes de Valderrama, Demi chegou a namorar Joe Jonas, do extinto Jonas Brothers, e o irmão de Miley Cyrus, o super tatuado Trace Cyrus!

  9. As cores preferidas da gata são preto e vermelho. Dá para notar, não é mesmo?

  10. A primeira vez que a Demi cantou foi em um show de talentos do jardim de infância e a música escolhida foi "My Heart Will Go On", tema do filme "Titanic".


www.000webhost.com